quinta-feira, 9 de julho de 2009

A MOCIDADE - Olavo Bilac

A Mocidade é como a Primavera!
A alma, cheia de flores, resplandece,
Crê no Bem, ama a vida, sonha e espera,
E a desventura facilmente esquece.

É a idade da força e da beleza:
Olha o futuro, e inda não tem passado:
E, encarando de frente a Natureza,
Não tem receio do trabalho ousado.

Ama a vigília, aborrecendo o sono;
Tem projetos de glória, ama a Quimera;
E ainda não dá frutos como o outono,
Pois só dá flores como a Primavera!

3 comentários:

  1. Ahhhhhhhhhhhhhhh q lindo poema. Diria até ternurento. No bom sentido, claro :) Conheço muito pouco de Olavo Bilac. Bjos querida

    ResponderExcluir
  2. Oi Marcelo, já postei outras poesias do Olavo Bilac.Algumas são para crianças e até são cantadas em CDs infantis, bjs.

    ResponderExcluir
  3. É sempre bom ler Olavo Bilac...
    Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar o seu jeito.